Artigos

O que é rentabilidade e como definir investimentos

O que é rentabilidade e como definir investimentos
Guarulhos, 07 de fevereiro de 2018

A dificuldade para compreender o que é rentabilidade deixa muitos empresários aflitos. O termo, por vezes, é confundido com lucratividade, lucro, e outros conceitos econômicos. A verdade é que a rentabilidade é um importante indicador financeiro no dia a dia do negócio e na vida pessoal. Quer aprender mais sobre o que é rentabilidade? Confira!

O que é rentabilidade?

Rentabilidade está diretamente relacionada com investimento. Ela é o retorno sobre o capital investido na empresa. O que é rentabilidade na prática? Quando pensamos em outro ativo financeiro, como a poupança, ele se torna mais visível.

Se você investe R$ 1 mil na poupança, que rende em torno de 0,6% ao mês, após um mês você terá R$ 1.006,00. Essa diferença entre o valor aplicado e o valor resgatado é a rentabilidade do investimento, que é de R$ 6,00.

Como ela pode ser avaliada?

A rentabilidade é um indicador de desempenho do negócio. Para se chegar a ela, a conta é bastante simples: divida o lucro da empresa auferido em um período de tempo pelo valor do investimento. O resultado, que será percentual, será a rentabilidade do negócio no período.

Imagine uma a abertura de uma franquia em fevereiro de 2017. O valor investido para isso foi R$ 300 mil. O lucro mensal da franquia é de R$ 6 mil. A divisão do lucro pelo valor investido (rentabilidade) é igual a 2%. Comparada à rentabilidade da poupança no exemplo acima (0,6%), parece ser bom, certo? Um bom parâmetro da rentabilidade é ter de 2 a 3 vezes a rentabilidade média de um investimento bancário conservador.

Como definir investimentos?

Inicialmente, o empresário deve ter em mente que, para realizar investimentos, a empresa deve combinar, ao menos, dois requisitos: ter uma boa gestão financeira e uma boa gestão da carteira de clientes. Esse gerenciamento é o que evita erros e inadimplência, e dá ao gestor a previsibilidade dos ganhos, possibilitando a alocação do recurso para o investimento.

O primeiro passo para definir investimentos é descobrir se vale a pena investir. Para isso, é preciso saber a lucratividade do negócio, que indica o ganho obtido sobre as vendas feitas.

Ela indica se o negócio justifica ou não a operação: as vendas são suficientes para arcar com custos e despesas e, ainda, gerar lucro? Se sim, a lucratividade existe e o investimento pode ser feito. Um negócio sazonal, por exemplo, deve ter uma lucratividade acima da média para recuperar o investimento em tempos difíceis.

Veja outras dicas para definir investimentos:

  • Conheça as ameaças e as oportunidades do mercado antes de definir o investimento (pode ser que o momento atual, com inflação alta, favoreça determinado tipo);
  • Busque por investimentos que proporcionem um resultado satisfatório baseado nas circunstâncias reais da empresa e do mercado;
  • Após adquirir conhecimento sobre investimentos e mercado, procure juntar os recursos necessários para investir;
  • Procure por investimentos que tenham boa rentabilidade.

Se você ainda não sabia o que é rentabilidade e como ela interfere na sua empresa, agora sabe que ela tem influência direta na escolha do investimento.

Quer aprofundar mais sobre o tema? Confira nossas dicas para melhorar as finanças da empresa e, assim, ter maior capacidade de investimento!