Notícias

ACE-Guarulhos retorna ao home office; saiba o que pode abrir durante a nova Fase Vermelha

Há muitas dúvidas sobre o que é considerado serviço essencial e, portanto, não precisa fechar durante a nova fase de restrições, que começa neste sábado

Guarulhos, 05 de março de 2021

O Governo de São Paulo anunciou, no último dia 3 de fevereiro, o retorno do Estado à Fase Vermelha do Plano SP de flexibilização da economia durante a quarentena que se aproxima de um ano. A Fase Vermelha, a mais restritiva, passa a valer à 0 hora deste sábado, 6/03. A justificativa do governador João Doria é o combate à disseminação da Covid-19, doença que já matou mais de 260 mil brasileiros.

A Associação Comercial e Empresarial de Guarulhos (ACE-Guarulhos), esclarece aos seus associados que voltará ao atendimento remoto, assim como aconteceu no início da pandemia, em 2020. A entidade não vai parar de atender seus associados, mas os colaboradores trabalharão em sistema home office (confira abaixo os canais de atendimento).

Além desse esclarecimento, a ACE vem prestar serviço e deixar claro quais estabelecimentos comerciais podem e não podem abrir diante desta nova determinação do governo estadual, já que não são poucos os guarulhenses com dúvidas sobre o que é considerado serviço essencial. A nova Fase Vermelha tem previsão de encerramento no dia 20/03, dependendo do número de casos de Covid-19 no Estado.

Como a referência de “essencialidade” é definida pelo decreto do governo federal e seguido pelos governos estadual e municipal, saiba o que pode funcionar presencialmente a partir de sábado:

-Indústrias;
-Escolas;
-Bancos;
-Lotéricas;
-Serviços de saúde e de segurança públicos e privados;
-Construção civil;
-Farmácias;
-Mercados, padarias, lojas de conveniência e feiras livres;
-Bancas de jornal, postos de combustíveis, lavanderias, hotelaria e transporte público ou por aplicativo, entre outros.

Vale ressaltar que tais serviços essenciais precisam cumprir protocolos sanitários rígidos, como:

Fornecimento de álcool em gel;
Aferição de temperatura;
Ventilação de ambientes;
Controle de fluxo de público e horário diferenciado para abertura e fechamento.

Serviços não essenciais
Os serviços considerados não essenciais, como academias, salões de beleza, restaurantes, cinemas, teatros, shoppings, lojas de rua, concessionárias, escritórios e parques deverão ficar totalmente fechados ao público.

No entanto, lojas e restaurantes, por exemplo, poderão manter o atendimento com retiradas na porta, drive-thru e pedidos por telefone ou internet.

Prefeituras
O Governo do Estado permite que as Prefeituras imponham medidas ainda mais restritivas, com base na gravidade dos indicadores locais de epidemiologia e na capacidade hospitalar, como já acontece em diversos municípios no interior e na Região Metropolitana.

Por outro lado, qualquer medida local que abrande as restrições definidas pelo Estado será alvo de notificação administrativa por parte da Secretaria de Desenvolvimento Regional. Ou seja, as Prefeituras podem ser mais restritivas do que o determinado pelo Plano SP, mas não menos restritivas.

Guarulhos
O presidente da ACE-Guarulhos, Silvio Alves, está em constante diálogo com o prefeito Guti. A princípio, o município adotará medidas restritivas, pelos próximos 14 dias, de acordo com as exigências estaduais. Qualquer alteração neste planejamento, a associação informará seus associados imediatamente.

Diante das determinações na Fase Vermelha, a ACE-Guarulhos irá interromper os atendimentos presenciais em sua sede até o dia 21 de março. Neste período, os colaboradores continuarão trabalhando de segunda a sexta, das 8h às 18h, em sistema home office.

Para obter orientações, os associados poderão entrar em contato por meio dos seguintes canais:

WhatsApp: (11) 99673-7264 e (11) 97281-7659
Email: [email protected]